A Nova Dependência: A Dependência Ecológica

Comprar Libro en papel por 16,04€ Comprar eBook en PDF por 8€

Situa no âmbito da Economia e Complexidade, tendocomo tema a dinâmica do Sistema Capitalista. E respondercomo ocorrem as interações entre Sistema Capitalista eSistema de Gaia trata-se do problema a responder. Será quea Expansão da Forma Capitalista de Produção apresentaordem em meio à desordem, ou seja, uma dinâmica caótica?Neste sentido, tenho como objetivo maior emestabelecer uma ligação entre Sistema Capitalista e Ecologia.Tenho objetivo geral apresentar as interações entre SistemaCapitalista e Sistema de Gaia segundo a Teoria dasEstruturas Dissipativas.Hipótese que me orienta atesta que a Expansão daForma Capitalista de Produção (EFKP) ocorre em função deum ambiente que lhe é circundante (Economiassubdesenvolvidas e meio-ambiente) como a única forma aqual permite manter seu padrão de organização (de elevadastaxas de acumulação e consumo nas economias cêntricas).Esta relação ocorre por meio de uma derivação estruturalonde a estrutura das economias subdesenvolvidas é alteradaem função de alterações no perfil de acumulação. E istoocorre até o momento em que exaurindo o fluxo de energia(mais-valia ou recursos naturais) a EFKP passa por certasturbulências, estabelecendo, portanto, o fenômenodenominado ?crise?. Neste sentido, a crise seria vista comouma incapacidade dos fluxos de mais-valia ou de recursosnaturais manter o padrão de organização das economiassubdesenvolvidas.A hipótese atesta ainda; que a EFKP ao deteriorar osrecursos no interior das economias periféricas e intensificaros impactos ecológicos em todo o Sistema de Gaia; impõe àseconomias subdesenvolvidas uma nova fase de processodependente, a saber, de recursos naturais. Neste sentido, odesenvolvimento das economias periféricas estariacondicionado não apenas à quarta fase do fenômeno dadependência, ou seja, à vulnerabilidade externa, masinclusive à disponibilidade de recursos naturais.

Quiero publicar un libro Ver mas libros