O GRANDE PALCO DA VIDA

Comprar Libro en papel por 19,60€ Comprar eBook en PDF por 3€

Regis é apenas um menino que desdeantes de completar sete anos de idade, já sonhava em se tornar um grande astroda musica popular sertaneja do Brasil, por isso sempre se dedicou a estudarmuito, não só em sua escola primária, mas principalmente, aprendendo violão,canto e coreografia. Assim como sonhara, seu sucesso,fama e riqueza, acabaram chegando muito rápido e ele então se tornaraaparentemente uma das crianças mais felizes deste mundo, mas o que ele só iriadescobrir aos poucos, era que o preço a ser pago por esta fama, seria altodemais. Preços aparentemente inofensivos, como a perda da infância, a ausênciados pais, o convívio com adultos que muitas vezes, mesmo sem intuito demaldade, acabava expondo o menino a um mundo perigoso, que o levaria também ao fimde sua inocência, através da exposição a bebidas alcoólicas, drogas eprostituição. Regis, porém, em modo hiperativo,acabava se vendo obrigado, mesmo sendo apenas um menino, se tornar homem econseguir lutar por sua felicidade, dentro da fama, riqueza e um mundo ingrato,onde muitas vezes impera também as injustiças.©©© Foi por amar as crianças que meenvolvi nesta aventura especial, diferente e muito gratificante: A aventura emme tornar um dos principais amigos desse garoto muito bonito, simples e acimade tudo, com seu coraçãozinho puro, cheio de amor ao próximo e de uma grandebeleza espiritual. Porem, uma aventura, onde, como todas, surgem seus momentosdolorosos e tristes. Quero compartilhar com você, amigoleitor, a verdadeira e quase completa, estória deste meu amiguinho, REGIS DEASSIS MOURA, uma criança que conheci por acaso e confesso, jamais meesquecerei; pois foi ele quem me ensinou a amar ainda mais a simplicidade epureza das crianças; fez-me aprender a ser feliz: a sorrir, quando é hora dechorar; a abraçar, quando é hora de surrar; a amar, quando pensar que é momentode odiar; a cantar, quando só quer protestar; a ser simples quando quiser serimportante; a ser criança, quando se sentir rabugento… Se você gosta de crianças, gostaráde ler a esta estória. Procure entrar nesta vidinha simples e então irá sorrire deixará correr lágrimas também, conforme notar o desenvolver desta minhaaventura diferente e longa. Meu verdadeiro objetivo foi tentarmostrar o amor e simplicidade infantil, deste garotinho hiperativo, que conhecienquanto trabalhava. Na época ele tinha quase sete anos de idade e me aceitouentre a relação de seus principais amigos. Os anos passaram e nossa amizadecresceu. Na época eu era muito jovem e sequer tinha filhos, mas mesmo assim,aprendi a amá-lo como se ele fosse meu primeiro filhinho e ele, em suasimplicidade invejável, retribuía este amor, que me causava muito orgulho,

Quiero publicar un libro Ver más libros