A Nova Dependência: A Dependência Ecológica

Comprar Libro en papel por 16,04€ Descargar eBook en PDF por 8€

Situa no âmbito da Economia e Complexidade, tendocomo tema a dinâmica do Sistema Capitalista. E respondercomo ocorrem as interações entre Sistema Capitalista eSistema de Gaia trata-se do problema a responder. Será quea Expansão da Forma Capitalista de Produção apresentaordem em meio desordem, ou seja, uma dinâmica caóticaNeste sentido, tenho como objetivo maior emestabelecer uma ligação entre Sistema Capitalista e Ecologia.Tenho objetivo geral apresentar as interações entre SistemaCapitalista e Sistema de Gaia segundo a Teoria dasEstruturas Dissipativas.Hipótese que me orienta atesta que a Expansão daForma Capitalista de Produção (EFKP) ocorre em função deum ambiente que lhe é circundante (Economiassubdesenvolvidas e meio-ambiente) como a única forma aqual permite manter seu padrão de organização (de elevadastaxas de acumulação e consumo nas economias cêntricas).Esta relação ocorre por meio de uma derivação estruturalonde a estrutura das economias subdesenvolvidas é alteradaem função de alterações no perfil de acumulação. E istoocorre até o momento em que exaurindo o fluxo de energia(mais-valia ou recursos naturais) a EFKP passa por certasturbulências, estabelecendo, portanto, o fenômenodenominado crise. Neste sentido, a crise seria vista comouma incapacidade dos fluxos de mais-valia ou de recursosnaturais manter o padrão de organização das economiassubdesenvolvidas.A hipótese atesta ainda; que a EFKP ao deteriorar osrecursos no interior das economias periféricas e intensificaros impactos ecológicos em todo o Sistema de Gaia; impõe seconomias subdesenvolvidas uma nova fase de processodependente, a saber, de recursos naturais. Neste sentido, odesenvolvimento das economias periféricas estariacondicionado não apenas quarta fase do fenômeno dadependência, ou seja, vulnerabilidade externa, masinclusive disponibilidade de recursos naturais.

Quiero publicar un libro Ver más libros